//filhos do caos Gus.Madock@gmail.com
domingo, outubro 08, 2006
Quanto custa?
O que eu faço da minha vida, é de interesse meu e de mais ninguém. Porém, nada me impede de dissertar um pouco sobre meu futuro incerto.

Sou um representante do ramo da comunicação. Publicidade para ser mais exato. E por conta disso, sou sempre o mais taxado negativamente. Não caro leitor, não estou bancando o coitado. Até por que, há um pouco de razão em tal afirmativa.

As pessoas nos vêem, os publicitários, mais ou menos como advogados de idéias e desejos. Profissionais que se vendem ao cliente por inteiro, não importa qual marca eles tenham na camisa. Pois uma coisa eu lhes digo: não necessariamente é assim que a coisa funciona. Existem publicitários que não se vendem tão facilmente, ou não se vendem mesmo. Eu era um destes. Quando comecei no ramo, acreditava que além de produtos e desejos, eu poderia vender coisas mais dignas e simplórias como: sonhos e esperança. Não que isso seja impossível de se fazer, mas de fato é difícil. E o que se vende mesmo, são marcas. Por mais que eu construa uma campanha para a WWF ou Care, não estarei vendendo a vontade por um mundo melhor, mas uma marca que nos proporciona isto.

Se você, publicitário, está lendo isto e discorda de minhas idéias, é porquê você ainda é como eu fui um dia. Um jovem esperançoso, com os ideais na ponta dos dedos. Portanto, não sei se você, um dia, irá entender minhas palavras.
Alguns, que me conhecem há tempos, sempre ficam chocados com essa mudança. Mas não posso deixar de admiti-la, afinal, não sou hipócrita. Hoje, tenho uma coisa em mente, e não tem quem me convença do contrário. Eu sou um publicitário. Meu trabalho é vender produtos, marcas, desejos e idéias, mas acima de tudo, almas. Portanto amiguinho, caso você tenha alguma alma pra vender, antes de procurar o diabo, entre em contato. Posso fazê-lo ficar muito rico.

Agora, se você esta se perguntando o porquê deste texto, ainda mais neste blog? Eu lhe passo outra pergunta: como propagar o Caos, sem passar por cima de algumas coisas? E quem melhor pra fazer isso, do que alguém que vende o que for necessário, fora as partes íntimas e favores de ordem sexual ou bizarra?

Pois é... Eu sabia que você diria isso!


O nunca antes tão sério,
Gus Madock
Editor irresponsável
_______________________________
sexta-feira, outubro 06, 2006
E não é que ele é insistente?

Meu novo amiguinho virtual fez questão de me responder uma última vez (assim espero) e, lógicamente, eu não podia deixar de compartilhar essa pérola com vocês.


Ass.: Seu Idiota!

Você se acha muito experto não é mesmo? Aposto que você é um dessas crianças
que fica trancada no quarto jogando video game, vendo putaria na internet!
Acha que ninguem vai te pegar.
Pois fique sabendo que hoje já existe tecnologia pra rastrear você, seu
merdinha... Ops, seu imbecil! Viu só aprendi novos xingamentos!
E quando eu descobrir onde você esta, você vai ta fudido!

escreve oque eu to falando.

Meu grande amigo Tonhão,

Veja bem, eu gostei muito de nossa conversa. Mas eu gostei mesmo!
Saiba que você acertou em cheio. Eu sou um moleque de 14 anos, que não faz nada a não ser jogar PS2, X-Box e bater muita punheta. Você está completamente certo!

Agora, pra demonstrar meu apreço por vossa senhoria, eu vou facilitar as coisas pra você...
Meu nome é Gustav Pavlov Madock Sbýersk e meu IP é 195.168.25.153. Agora, é só você pegar o este número e digitá-lo neste site aqui, que você vai saber onde me encontrar.
Mas não demore! Estou louco pra saber o que você vai fazer quando me achar. Vai me mandar fazer 100 flexões ou 70 polichinelos? Enfim, eu sei que você e sua criatividade, regada a muita porrada de seus superiores, vão pensar em alguma coisa.

Faça bom proveito, seu otário...


Um forte abraço por trás, do seu pior pesadelo,
Gus Madock.

P.S.: Que fique em nota. Eu já fui dispensado do exército, por excesso de contingente. O que me leva a pensar: se eles não têm nem possibilidade de manter muitos soldados, eu imagino o porquê de você estar aí até hoje... Gostosona!






Mais uma vez,
O Editor irresponsável
_______________________________
quinta-feira, outubro 05, 2006
Leitor Inconformado.
Ok, é o seguinte:
Eu não sei como (realmente, eu não faço a menor idéia), mas um milico xarola entrou aqui e leu um texto meu. Ele, inconformado comigo, ele me mandou um email paga-sapo.
Seque abaixo o(s) email(s), acompanhados de minha(s) respectiva(s) resposta(s):

---------------------------------------------------------

Caro Gus,
Eu achei ultrajante sua postura de dono da razão e também os comentarios no seu último texto. Fique sabendo, que não é comum que nós militares erremos não. Eu acho muito engrassado que vagabundos como você fiquem por aí falando mal de nós, enquanto nós damos duro pra defender a pátria e essa merda que você chama de casa.

Quem sabe da próxima vês, você não pena melhor antes de escrever essas merdas em?

Sgt. Antônio Garcia


Caro defensor da Pátria,
Como vai você, seu dia foi bom? Pois não parece. Parece-me que você, no cumulo de sua insignificância, decidiu mostrar serviço e veio encher o meu saco. Pois fique sabendo que vocês, récos nojentos, erram sim. A começar por este texto ridículo, cheio de erros. Volte pro seu quartel, coma mais um pouco de lama e, aí sim, venha falar comigo. Pois eu tenho mais coisas pra fazer, do que ficar jogando truco numa mesa velha com os recrutas.

Um aperto de mão do seu editor preferido,
Gus Madock.

---------------------------------------------------------

Então você acha que é isso que eu fico fazendo o dia inteiro? Comendo lama e jogando truco? você esta muito enganado!! Como eu disse, eu dou duro pra poder garantir a segurança de merdinhas como você! Seu mal agradecido!
Vai pra merda!!


Sgt. Pincel,
Desculpe-me se eu me equivoquei ao afirmar que o seu único afazer no QG, era jogar truco. Pelo visto, você gosta muito de dar duro. Entendo que vocês sejam atarefados. Afinal, o Brasil já vai pra sua décima quarta guerra, não é mesmo? Missões e mais missões... Imagino o quanto você tem de entrar na mata, agarrar cipós... Eu, realmente *sarcasmo, me arrependo muito de não ter entrado pro exército, e estar aí com você.
Vejo que você andou melhorando seu português. Aposto que você ficou com receio de me responder sem passar o texto pelo dicionário do Word, certo? Percebe-se pelas conjugações mecânicas e toscas. E mesmo assim, continua com erros. Nada bom. O que o comandante vai pensar?
Vou lhe dar uma dica... Uma dica de amigo! Existem outros palavrões além de 'merda', e você também pode usá-los. Quer um exemplo, seu monte de bosta seca? Não creio que no exército eles não te ensinem nada disso, sua moça. E então, esse último te lembra algo, rapariga?

Seu melhor amigo virtual,
Gus Madock.

P.S.: A legenda no meio do texto, foi especificamente pra você entender, o que eu quis dizer. Já que eu não confio na sua capacidade.

---------------------------------------------------------

Gus Madock
Editor irresponsável
_______________________________
Rapidinhas:
Eu acho que ele descobriu o Caos através do diretório do Google para blogs. Portanto, a possibilidade de mais comédias como este aparecerem é grande.
hehehehe Já vi que eu vou me divertir muito com isso!
segunda-feira, outubro 02, 2006
Pátria amada
Eu realmente não sei mais o que eu quero pro Brasil. Uma política externa forte, reformas e mais reformas. Não sei mesmo, qual destes eu quero. Por que cada uma destas vêm acompanhadas de um político ignorante, corrupto, etc.

Que país é esse que somente nos sobra o voto nulo, e este nem mesmo é válido?

Democracia minha rôla! Não acredito mais nela (Na democracia. Minha rôla vai muito bem, obrigado). O povo não sabe o que quer, não entede como funciona. Enfim, só faz merda!

É fácil falar né? Mas eu já refleti bastante sobre: "qual seria a melhor solução para o Brasil?"
É por isso que eu digo: modelo político/econômico só funciona em aula de história.
O Caos é a solução!


Gus Madock
Editor irresponsável
_______________________________
Este blog foi totalmente planejado e construído de acordo com as regras do W3C, portanto, funciona perfeitamente no Mozilla Firfox, Opera e Safari. Caso você esteja visualizando coisas estranhas, trate logo de trocar essa porcaria de Internet Explorer. Isso não presta!